COMO LIDAR COM A SÍNDROME DO NINHO VAZIO?

A síndrome do ninho vazio é um problema relativamente recente na sociedade ocidental. Mas o que é a síndrome...

Angela Designer - 4 de julho de 2022
COMO LIDAR COM A SÍNDROME DO NINHO VAZIO?



A síndrome do ninho vazio é um problema relativamente recente na sociedade ocidental. Mas o que é a síndrome do ninho vazio? Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a síndrome do ninho vazio ocorre quando “uma pessoa sente uma profunda e prolongada saudade do companheiro ou companheira que morreu ou se foi, deixando o lar”. Ou quando os filhos deixam o lar para estudarem ou trabalharem… É um vazio angustiante, principalmente para aquelas mulheres que se dedicaram a vida toda pela educação e manutenção deles.

Muitas pessoas afirmam que a síndrome do ninho vazio é um problema exclusivo das mulheres, mas isso não é verdade. Homens também podem sentir essa saudade e sofrer os mesmos problemas.

A síndrome do ninho vazio é um problema sério, que pode levar a depressão e outros problemas de saúde. Mas como podemos lidar com esse problema?

Há várias coisas que podemos fazer para lidar com a síndrome do ninho vazio. Algumas dicas são:

– Leia livros, ou visite sites na internet, sobre o tema da morte e do luto. Isso poderá ajudá-lo a entender melhor o que está acontecendo.

– Converse com amigos e familiares sobre a morte do seu companheiro ou companheira. Esse é um bom modo de lidar com a tristeza e a saudade.

– Procure um grupo de apoio para pessoas que estão passando por uma situação semelhante à sua. Isso poderá te ajudar a lidar melhor com a situação.

– Faça atividades que lhe tragam felicidade. Isso ajudará a tornar a sua vida mais positiva.

– Procure um psicoterapeuta. Certamente ele ou ela poderá ajudá-lo a lidar com a síndrome do ninho vazio.

A síndrome do ninho vazio é um problema sério, mas podemos lidar com ele utilizando as dicas acima. Lembre-se sempre de que é ok sentir essa saudade e essa tristeza. Eles são normais em um processo de luto.

TRABALHAR:

Passado o luto, comece a pensar a empreender! Pense no que ama e sabe fazer bem, e comece! Busque ajuda, mentoria, faça cursos online, mas não se permita ficar neste luto por mais de 6 a 12 meses. Combinadas?

Sabe bordar? Costurar? Cozinhar? Comece! Ofereça para os vizinhos, e vá ampliando seu negócio. E se você chegou a ler este artigo, é porque deseja mudanças. Então, bem vinda!